Tag Archives: percussão

Videoteca: Percussão (4 bailarinas e 1 música)

11 mar

O carnaval já passou mas o batuque ainda está por aí…por isso, selecionamos este vídeo da casa de chá Khan El Khalili para estudarmos percussão.

A primeira bailarina que vemos é a Sasha Holtz, que já apareceu aqui no blog algumas vezes.  Seus tremidinhos e movimentos são bem contidos e sua dança se concentra no centro da sala.

Quando ela sai, entra Juli com movimentos bem maiores. Ela brinca com caras e bocas e até segura a saia para deixar a dança mais graciosa.

Em seguida, entra Nesrine. Ela brinca com mais deslocamentos.

Aysha entra com movimentos mais ondulatórios.  Seus passos também são grandes, maiores até que os da Juli.

Por que escolhemos justamente este vídeo? Para apontar as possibilidades de se dançar um derbake. São quatro bailarinas com personalidades diferentes que dançam uma mesma música.

Vemos características comuns como predominância de movimentos no quadril. Somente Nesrine usa o peitoral com um pouco mais destaque.  Outra ponto importante para ressaltar é que todas usaram os quatro lados da sala para se apresentar. Isto é muito importante: temos que dar atenção ao público.

Além disso, podemos conferir os modelitos das roupas, um mais lindo que o outro.

Veja + Videoteca aqui

Adufe

23 nov

O adufe é um instrumento português muito usado na região de Trás-os-Montes, Beira-Baixa e do Alentejo. Antigamente, foi usado e, provavelmente, foi criado pelos árabes e usado no Egito, Mesopotâmia, Roma e por civilizações pré-islâmicas.

Foi levado para a Península Ibérica na época de sua ocupação, por volta do século IX e X. Há uma tradição que permanece desde este perído até hoje de que é um instrumento tocado por mulheres.

Sua aparência é peculiar, embora seja considerado um pandeiro como o bendir ou daff. É quadrangular, com lados de 30 a 50 cm. A base de madeira é coberta por membranas de pele de cabra ou bexiga de porco.
Como trata-se de um bimembranofone, é comum usar uma pele de macho e outra de fêmea. Dizem que com esta combinação o resultado é uma sonoridade mais harmoniosa e limpa. Entre elas são colocadas sementes.
Você imagina como tocá-lo? Basta segurar com ambas as mãos, mantendo uma de suas arestas para cima. Uma mão fará o ritmo, enquanto a outra, cuidará de acompanhar. Que tal acompanhar a construção deste instrumento tão peculiar?

Veja + Instrumentos aqui

Videoteca: Mulheres percussionistas (Raquy Danziger)

29 out

 

Nas recentes aulas de dança estamos fazendo uma coreografia e como mais de metade da turma está com os joelhos estourados, minha queridíssima professora encontrou uma ótima solução para participarmos das aulas de Dabke ativamente. Distribuiu instrumentos, derbakes e pandeiros!

Inspirada nessas aulas, a pesquisa sobre o assunto me levou até Raquy Danziger, uma percussionista! Esta americana é uma das professoras e compositoras mais conhecidas no Oriente Médio. Formada em piano clássico, entrou em contato com este universo durante viagens para a Índia. Em uma entrevista, ela diz que não é necessário colocar muita força (só um pouco) e que é questão de saber bater corretamente para tirar um som alto. Mas diz que tem calos nas mãos!

Por experiência própria, garanto que é preciso ter agilidade e um tantinho de paciência com as mãos avermelhadas. Neste vídeo, ela dá uma breve explicação sobre como tocar. É claro que ainda precisamos treinar muito para acompanhá-la. Por isso, mãos à obra.

Assista a performance da música “Maksum Madness”, composta e interpretada pelo grupo Raquy and the Cavemen  para conhecê-la. Gostou? Então corra para o Myspace da moça!

Veja + Videoteca aqui

%d blogueiros gostam disto: