Tag Archives: homem

Zeibek

14 fev

Apesar de ter a mesma origem, o ritmo Zeibek é muito diferente do Karsilama. O Zeibek é usado pelos gregos e uma dança chamada Ziembeikiko, tradicional da Grécia e comumente apresentada por um homem dançando com um copo na mão simbolizando a dança do bêbado.

Esta dança também era conhecida como a dança do sofrimento da guerra, mas com o passar dos anos este sofrimento passou para o amor.

Características
É um ritmo mais lento que soa duas vezes como um ritmo básico, o maksoum por exemplo, de quatro tempos somados mais um tempo.

Composição
Composto por 9/4, ele aparece agrupado como 4+4+1.

DUM TA_TA DUM TA DUM TA_ TA DUM TA TA

Este último TA, dá aquela batida extra que torna este ritmo tão singular.

Como treinar
Com seus snujs, bata o dum com uma das mãos e o ta com a outra. Não esqueça que o símbolo “_” representa um pausa deste ritmo.

Dica de passos
Sequências de impacto costumam ser usadas ao dançar este ritmo ainda mais que a marcação final é dorte. Você pode brincar com deslocamentos ou marcações totais, parciais e até unitárias.

Mescle movimentos ondulatórios com batidas sem esquecer de trabalhar braços, peito e deslocamentos para evitar que os passos fiquem presos ao quadril.

Videoteca: Dança folclórica de casal

27 ago

Nós já estudamos o ritmo Said e falamos um pouco sobre a dança com bastões e bengalas. Nesta semana, o destaque do Cadernos é folclórico, afinal a dança do ventre tem muito mais do que só músicas clássicas.

Por isso, Márcio Mansur e Kahina, formada na famosa casa de chá paulistana Khan el Khalili, foram escolhidos para ilustrar uma dança folclórica combinando esses elementos que já falamos algumas vezes por aqui.

Aproveitem que é raro ver apresentações de homens para reparar no Márcio, que é o destaque no enquadramento. Veja como o casal interage, ora separados e ora juntos e envolvidos um pelo outro. O contato visual é muito importante neste momento.

Repare na postura de ambos, nada de braços alongados e sempre com pé no chão, enfatizando o contato com a terra e com as origens familiares. Note também como as vestimentas são diferentes das quais estamos mais acostumadas a ver.

A apresentação foi feita em Brasília, em novembro de 2007, durante as Noites do Harém. E você, também gosta de folclore? Deixe a sua opinião e comente o vídeo enquanto preparamos novos posts.

Veja + Videoteca
Aziza
Jillina, Amara e Angeles
Mahira Hassan
Suhaila Salimpour (interpretação)
Sadie (dissociação corporal)
Amir Thaleb (homens na dança do ventre)
Sonia (derbake)
Romina (improvisação)
O que destacar da música na hora de dançar
Saida (baladi)
Coreografia em grupo
Jillina (pop)

Videoteca: Amir Thaleb (homens na dança do ventre)

16 jul

A dança do ventre é tipicamente feminina, enfatiza a graça, a delicadeza das formas e simboliza a fertilidade da mulher. Porém, não é por isso que os homens ficam fora dessa. Eles são poucos, é verdade. Mas aqueles que se aventuram por este caminho precisam provar a que vieram.

E aí, não há quem segure! Yousry Sharif, Tarik, Oscar Flores e Amir Thaleb são alguns destes virtuoses da dança. Alguns passos ficam femininos demais, é verdade, mas eles não só ocuparam seu espaço, como se tornaram mestres de bailarinas reconhecidas no mundo todo. Um exemplo é a argentina Saida, que foi aluna de Amir.

Nesta semana, especificamente no dia 15 de julho, foi comemorado o dia nacional do homem. Por isso, a videoteca desta semana é dedicada a eles. No vídeo, Amir – o mestre das mestras que dança até com as sobrancelhas (já imaginou marcar o ritmo Saidi com elas?)!! Quebre o tabu e aproveite toda a técnica que ele tem a oferecer! Em breve no Cadernos teremos a biografia de cada um, afinal eles conquistaram o seu lugar ao sol.

Veja + Videoteca
Sonia (derbake)
Romina (improvisação)
O que destacar da música na hora de dançar
Saida (baladi)
Coreografia em grupo
Jillina (pop)

%d blogueiros gostam disto: