Tag Archives: flamenco

Anasma

2 jun

Anasma é mais uma das bailarinas de dança do ventre que incorporou outros estilos à sua dança. Hip hop, salsa (que em breve veremos aqui), flamenco, jazz. dança africana, yoga e ainda mímica são as áreas que ela estudou muito antes de iniciar seus estudos na dança árabe.

Sua técnica de dançar é conhecida como “contadora de histórias”, ela vê a música como uma narrativa na qual ela desenvolve seus movimentos de forma cronológica. Ela faz isso porque acredita que a dança é a forma de expressão de si mesma mais pura que podemos encontrar e a maneira mais fácil de mostrar todas as nossas emoções.

Veja o vídeo de uma apresentação mais teatral:

Sua origem também é misturada. Metade turca e metade vietnamita, Asnama foi criada em Paris, na França. Vai ver que é por isso que para ela as fusão são bem mais fáceis de executar. Sua carreira iniciou cedo e desde 1997 se apresenta em festivais renomados, teatros, televisão, concertos pelo mundo afora.

Veja uma improvisação desta bailarina

Anasma tem a sua própria companhia de dança chamada Bellyqueen com a qual já lançou alguns dvds de shows e até instrutivos. Atualmente, é co-diretora da Conferência de Dança do ventre Teatral em Nova Iorque, juntamente com Ranya Renee, onde dirigem o espetáculo interativo: “Preparar, atenção e dançar!”

Quer ver mais? Acesse o site dela http://anasmadance.com/

Andaluz

30 mar

O vídeo acima mostra uma compilação da dança andaluz.

Este estilo de dança teve sua origem na Espanha na época das invasões árabes na península ibérica com o objetivo de expandir a fé islâmica. Este povo ficou conhecido como mouros e eles habitaram em Andaluzia.

Nesta região espanhola tiveram muitas influências dos ciganos e dos próprios espanhóis surgindo assim o Raks al Andalus, ou simplesmente, Andaluz.

Esta dança, representada em grandes eventos e nos palácios reais para sheiks e sultões, é considerada um folclore na dança do ventre com influências do balé clássico e flamenco por causa da postura alongada e elegância nos movimentos.

É repleta de deslocamentos, poses, giros e movimentos de braços e quadris bem sutis, como mostra o vídeo da bailarina Nadah.

O ritmo que teria originado o andaluz seria o malfuf, mas é comum encontrar músicas com o masmoudi e samaai. Mahmoud Reda ficou muito conhecido com a forma falada/cantada (mowashah) de musicar o andaluz.

Os instrumentos mais usados neste estilo são o alaúde, rebab, darbuka, pandeiro, cítara e violino.

O andaluz é normalmente dançado por mulheres, mas não é difícil encontrar danças de casais e até mesmo masculinas.

As roupas são bem características: vestidos sem decotes com mangas em formato de boca de sino ou calças estilo aladdin (como a personagem Jennie, do seriado Jennie é um gênio).

Na cabeça, um véu fino com ou sem um chapéu (muito usado na Turquia). E os cabelos normalmente estão presos em um coque.

Claro que atualmente, é levado em consideração mais a saia e a barriga fica à mostra para evidenciar a dança do ventre.

As bailarinas podem usar lenços de seda para deixar os movimentos mais sinuosos ao seguir a melodia da música.

Pode ser dançada com leques e até mesmo o véu fan. Veja a apresentação de Kelly Obara, com a tradicional música al andalus de Albert Buss, dançando com o leque.

Veja + Fusões aqui


Videoteca: Wendy Chiu (fusão oriental)

4 mar

 

Wendy Chiu é uma bailarina que realmente gosta de fusões. Se pesquisar sobre ela, encontrará vídeos relacionados a fusão com tango, jazz e outras tantas.

Aqui no Cadernos, vimos até agora a mistura da dança do ventre com samba, bellynesian, odissi (dança indiana), flamenco, jazz, balé e hip hop. Já que estamos estudando o assunto, selecionamos esta semana o vídeo da bailarina de Taiwan para conhecermos um pouco desta fusão com a dança oriental.

A performance ocorreu no Ahlan Wa Sahlan, em 2010. Note como são as roupas, a postura e principalmente os dedos, mãos e braços. De quebra, ela também usa véu fan. Além do vídeo acima, mais curto, sugerimos um outro no Youtube, mais longo, feito por outra câmera neste mesmo dia do evento.

Veja + Videoteca aqui

%d blogueiros gostam disto: