Tag Archives: abanicos

Leques ou abanicos

1 set

Os leques, também conhecidos como abanicos ganharam espaço na dança do ventre somente nos últimos anos. Se você já leu nosso post sobre o véu leque, famoso pelo nome de véu fan, sabe que parte da influência é de origem chinesa, mais ou menos de 2600 a. C. Porém, existem registros de que os leques eram originalmente utilizados por incas, astecas, babilônicos, persas, romanos, gregos e egípcios.

Um site completo sobre a história, usos e fabricação dos leques, afirma que a representação mais antiga deste objeto pertencia uma imagem de Namer, que unificou o Alto e Baixo Egito em meados de 3 mil a. C, atualmente se encontra no museu de Oxford. Os leques egípcios guardavam muitas semelhanças com os utilizados na dança do ventre hoje. Eram grandes, semicurculares e serviam tanto para abanar quanto para espantar insetos.

Com o aumento das fusões na dança do ventre (em breve serão temas de diversos posts no Cadernos), muitos elementos das outras culturas foram incorporados. Durante a apresentação, este acessório serve mais como enfeite, não há passos especiais para se fazer. É só uma questão de charme, de misturar essa influência flamenca aos passos tradicionais da dança do ventre e de coordenação e habilidade gestual. Em geral, são usados em movimento, em frente ao rosto ou na altura da cintura. Assim como o véu fan, pode ser usado aberto ou fechado. É possível usá-lo com ondulações, nos taqsims e em ritmos como Baladi, Said e Maqsum.

O leque pode ser de bambu, marfim, seda, renda ou de outros tecidos. Um modelo muito específico ganhou estrutura mais rígida, ficou maior e foi adornado com penas, formando uma espécie de abanador de faraós. São muito utilizados em coreografias de palco, para criar figuras geométricas e, principalmente, círculos. No vídeo abaixo, o grupo da professora Virginia Lazcano (Ballet Al Fayr) se apresenta com este acessório moderno.

Gostou? Veja uma coreografia moderna com este acessório no nosso canal do youtube.

Veja + Acessórios de dança
Véu Wings
Candelabro
Punhal
Véu Fan
Véu duplo
A dança da espada
Dança com pandeiro
A delicadeza das tacinhas
Dança do jarro
Bengala ou bastão
Os snujs
O véu na dança do ventre

Véu Fan

4 ago

A dança do ventre pode ser antiga, mas uma de suas características mais interessantes é que sempre se mantém atualizada e em desenvolvimento, incorporando inovações e aspectos de outras danças. O véu fan, também conhecido como véu leque, é um exemplo de acessório que só começou a ser explorado em meados dos anos 2000. Super recente, não?

Não se sabe exatamente quem começou a utilizá-lo na dança do ventre, porém a influência original foi a dança oriental, em especial, a coreana, conhecida como Buchaechum, e Odori, a japonesa. Veja no nosso canal do Youtube uma apresentação da fan dance original dos países do Oriente. Compare como são os movimentos e você notará que na nossa bellydance, um véu de seda, foi adaptado para o leque. Repare também que a fan dance influenciou também o uso dos abanicos, leques enfeitados, na dança do ventre.

O véu pode ter diversos tamanhos, mas, em geral, é de 1,50 x 0,70, de 1,70 x 0,70 ou ainda de 2,0 X 0,70 cm.

Para se dar bem com este acessório você precisa treinar os mesmos aspectos da dança com o véu tradicional: equilíbrio, meia ponta alta, postura e leveza. Mas, não se engane. Você precisa fazer bastante força, para manter o véu fan em constante movimento.

Você pode fazer efeitos de ondas grandes e lentas, pequenas e rápidas, de formas circulares (girando os braços ao lado do corpo ou em cima da cabeça, na horizontal), usá-lo como uma cortina, na vertical, ou como um rio na horizontal. Movimentos feitos com véu comum também podem ser repetidos aqui, com as adaptações necessárias.

Acima, assista a performance da bailarina gaúcha Lili Zahira. Não perca também a linda apresentação de Yallar, que assume a frente do grupo Yallaraks. Inspire-se com os vídeos selecionados e solte a sua imaginação!

Veja + Acessórios de dança
Véu duplo
A dança da espada
Dança com pandeiro
A delicadeza das tacinhas
Dança do jarro
Bengala ou bastão
Os snujs
O véu na dança do ventre

%d blogueiros gostam disto: