Arquivo | maio, 2011

Videoteca especial: Aniversário com The Bellydance Superstars

27 maio

Há exatamente um aninho, no dia 27 de maio de 2010, surgia o Cadernos de Dança. O blog surgiu com a ideia de concentrar o máximo de informações, vídeos, fotos, links e demais referências sobre dança do ventre. E é anotando e compartilhando o conhecimento que buscamos crescer na dança e fazer nossos leitores evoluírem conosco. Aqui vocês já possuem uma biblioteca sobre ritmos, acessórios, instrumentosmodalidades da dança e as suas diversas fusões, biografias de diversas bailarinas. Demos muitas dicas para suas roupas, ou como economizar, referências de eventos e workshops, fizemos várias entrevistas e até criamos um espaço para circulação de vídeos das nossas leitoras. Já falamos sobre a história da dança do ventre no mundo e no Brasil, brincamos e refletimos com a nossa enquete, entre outros dias especiais e comemorações.

Isso sem falar na nossa semanal Videoteca, uma super compilação de vídeos sobre os mais variados assuntos, bailarinas e bailarinos que fazem a nossa cabeça. Para comemorar este primeiro ano de vida, selecionamos todos os vídeos do DVD do nosso querido grupo The BellydanceSuperstars em Shangai. Sim, o DVD inteiro está disponível na internet e em boa qualidade.

Que tal comemorarmos juntas vendo mais esta “aula” de dança online? São 18 partes e a primeira já está aí em cima.
Parte 2 – http://www.youtube.com/watch?v=gmTGqDDIFo0

Parte 3 – http://www.youtube.com/watch?v=teEeQssgWLI

Parte 4 – http://www.youtube.com/watch?v=2LbSoi99ekk

Parte 5 – http://www.youtube.com/watch?v=s2RhJOBNB1A

Parte 6 – http://www.youtube.com/watch?v=2etxWRWyb4M

Parte 7 – http://www.youtube.com/watch?v=UV3ZAet6S0M

Parte 8 – http://www.youtube.com/watch?v=6UjZaj86bKs

Parte 9 – http://www.youtube.com/watch?v=rL-r1wEKZ9c

Parte 10 – http://www.youtube.com/watch?v=jAIzZG7t_0Y

Parte 11 – http://www.youtube.com/watch?v=PxEu0AAH9LI

Parte 12 – http://www.youtube.com/watch?v=FGIQrMrl1RQ

Parte 13 – http://www.youtube.com/watch?v=MyYQJsdf7Dc

Parte 14 – http://www.youtube.com/watch?v=kY6vxyv51yA

Parte 15 – http://www.youtube.com/watch?v=hSdTcAiEJDg

Parte 16 – http://www.youtube.com/watch?v=QmZg51Bop7E

Parte 17 – http://www.youtube.com/watch?v=y8GOzC5sV_U

Parte 18 – http://www.youtube.com/watch?v=m-KGOAS8enM

Anúncios

1 ano de vida!

27 maio

É com grande alegria que estamos aqui para anunciar que o Cadernos acaba de completar um ano de vida! Uau! E só temos a agradecer a você que sempre passa por aqui, ou que passou por acaso e gostou, deu sua opinião e dicas para posts futuros…

Mais de 70 mil visitas, mais de 60 assinantes, 231 posts publicados! 36 ritmos, 27 instrumentos, 38 bailarinas, 48 videotecas e por aí vai…

Tanta coisa aprendemos para poder colocar aqui pra vocês lerem! Tanta coisa que ainda falta colocar por aqui…é um estudo infinito que adoramos muito!

Enfim..o Cadernos de Dança do Ventre continua com suas páginas a serem escritas. Muitas colaborações de bailarinas e amantes de dança do ventre foram essenciais para que este blog tivesse um conteúdo tão interessante.

Só temos a dizer: Obrigado!

E nosso desejo é que este blog continue para sempre! Feliz aniversário, Cadernos!!!

Aproveitamos este post comemorativo para perguntar a você: o que você ainda não viu por aqui??

Conheça a história do blog aqui.

Código de ética na dança do ventre

24 maio

Meninas, o post de hoje tem uma cara bem burocrática, mas vale a pena para retomar e discutir o código de ética na dança do ventre, importante para todos os envolvidos na área. Criado a partir de uma iniciativa da Shalimar Mattar, em colaboração com mais de 400 amadores e profissionais, aplica-se a todos que querem se envolver com esta manifestação cultural profissionalmente ou apenas como lazer.

O texto foi divulgado no 1° Simpósio de Dança do Ventre, realizado em São Paulo, em 2002. Apesar do conteúdo ser considerado óbvio para alguns, não é bem assim, não é mesmo? Se você nunca teve oportunidade de ler, aproveite. Se já leu, nada melhor do que reler e pensar se você e todos os que estão a sua volta realmente aplicam estes tópicos no dia a dia da dança. Podem parecer detalhes, mas são nessas pequenas coisas que a dança se mantém elegante, como diz o próprio texto, com profissionais qualificados para ensinar seus alunos da melhor forma possível.
Amantes da dança, uni-vos e façam o universo da dança ser cada vez mais agradável.
Código de ética dança do ventre

“A dança do ventre é uma expressão artística e, como tal, deve ser difundida. Cabe às profissionais da área zelar pelo seu conceito, mantendo assim, os padrões de elegância que a envolvem e não permitindo sua vulgarização. Para exercer suas funções com dignidade, as profissionais da área devem receber remuneração justa pelos serviços artísticos ou didáticos prestados. É considerada conduta antiética a prática de concorrência desleal com outras profissionais da área (bailarinas ou professoras).

Professoras

1. A professora tem a função de ensinar e orientar pacientemente, sempre zelando, em primeiro lugar, pela saúde e bem-estar de suas alunas, e respeitando as limitações de cada uma. A todas as professoras é dada orientação que seus currículos estejam à disposição das alunas.

2. É importante que a professora realize anualmente avaliações opcionais com suas alunas, as quais terão à disposição informações preciosas para a evolução de seu aprendizado.

3. A dedicação ao ensino deve ser direcionada para o conhecimento de suas alunas e não como instrumento de vaidade pessoal para a promoção da professora.

4. A professora deve exercer seu trabalho livre de toda e qualquer discriminação, motivando e respeitando suas alunas, independentemente de características físicas ou faixa etária, lembrando que esta é uma atividade que deve ser direcionada visando ao bem-estar e equilíbrio físico, mental e emocional. Portanto, não podem ser exigidos padrões estéticos que diferenciem ou discriminem qualquer uma delas.

5. Para aptidão ao magistério da dança do ventre considera-se satisfatório um período mínimo de 4 anos de estudos na área, com aperfeiçoamento em didática e conhecimentos de anatomia, cinesiologia e biomecânica que possibilitem segurança na realização de um trabalho corporal consciente. O tempo de estudo pode ser reconsiderado a partir de cursos realizados anteriormente, como balé clássico, educação física ou faculdade de dança.

6. A professora de dança do ventre deve buscar aprimoramento e atualização constantemente.7. A professora deve cumprir a programação e o cronograma de cursos oferecidos ou divulgados a suas alunas.8. Todas as alunas merecem igual atenção de sua professora, a qual não deve fazer qualquer distinção entre elas.

9. A professora deve ser especialmente honesta quanto aos seus conhecimentos, buscando respostas corretas para esclarecimento de suas alunas. Todas as informações pertinentes ao curso que se dispõe a ministrar devem ser transmitidas com clareza e honestidade, visando ao efetivo aprendizado de suas alunas. – Como a dança do ventre tem origens muito remotas e informações de difícil acesso, esta questão deve ser sempre esclarecida a priori, para se evitar a divulgação de histórias fictícias que resultem em prejuízo à sua imagem e evolução.

10. A professora não deve estimular competitividade negativa entre suas alunas ou com outros grupos.

11. A professora deve ter respeito e consideração com as demais profissionais da área, preservando um ambiente de relacionamento sadio que possa acrescentar ao desenvolvimento de todo o segmento, não utilizando a sala de aula como espaço para demonstrar rivalidades pessoais ou denegrir a imagem dos demais profissionais da área em prol de sua promoção.

12. São ainda consideradas atitudes antiéticas: Apresentar coreografias de outras profissionais sem prévia autorização, bem como omitir o nome da responsável por sua criação. Coibir a participação de alunas em workshops e cursos que possam acrescentar elementos ao desenvolvimento e aprendizado. Apresentar currículos com informações fictícias referentes ao aprendizado e experiência. Recomenda-se que, em se tratando de cursos e workshops, sempre se solicite certificado de participação.

Bailarinas

No Brasil, até a presente data, são consideradas bailarinas de dança do ventre todas aquelas que, possuindo o conhecimento e experiência necessários, prestem serviços artísticos profissionais (shows) mediante oneração.

1. Cabe à bailarina profissional cumprir todas as cláusulas acertadas em contrato para prestação de serviços artísticos junto ao seu contratante.

2. A bailarina profissional de dança do ventre deve zelar pela imagem moral da categoria que representa: mantendo relacionamento e de respeito e elegância junto ao seu público e contratante; e trajando-se de forma adequada aos padrões da categoria durante suas apresentações.

3. Faz parte da correta conduta ética entre bailarinas profissionais: Quando assistir à apresentação de outra bailarina e/ou alunas, dedicar o devido respeito e atenção. Quando estiver realizando apresentação em conjunto, ser solidária e direcionar o trabalho com espírito de equipe e união.

4. Ter consciência de que cada profissional possui um estilo próprio que a diferencia e, assim, saber apreciar a admirar, com a devida humildade, todas as variadas formas de se expressar a mesma arte.

5. Respeitar o local de trabalho de outras profissionais.

6. São consideradas atitudes antiéticas: Atravessar ou interferir em contato de trabalho de outra profissional estando ciente deste fato. Distribuir material de propaganda pessoal durante serviços contratados por meio de outra bailarina. Criticar o desempenho ou denegrir a imagem de outra profissional junto ao público, contratantes ou demais colegas da área. Transformar uma apresentação coletiva em disputa pessoal de vaidade, interferindo na qualidade do trabalho apresentado.

A forma como uma professora e bailarina se referem à sua (s) mestra (s) é um exemplo que será seguido por suas alunas amanhã. Quem não respeita seu mestre não valoriza a arte. Recomenda-se sempre avaliação médica antes do início das atividades, como em qualquer atividade física.

As responsáveis pela elaboração do Código de Ética esperam que a união, a humildade, a seriedade, o respeito e o amor sincero à arte estejam sempre acima de qualquer diferença pessoal. Que estes laços que nos aproximaram até aqui em favor do objetivo único de valorizar e organizar nossa arte, se fortifiquem a cada dia, alcançando todas as praticantes da dança do ventre no Brasil.”

Veja + Dicas aqui
%d blogueiros gostam disto: