O ayub

21 jun

A origem do ritmo Ayub, ou Ayubi,  é incerta. Alguns dizem que é nome de uma rádio no Egito, outros falam que seu som acelerado simboliza o andar dos cavalos. Mas o que sabemos de verdade é que ele é tocado da Turquia ao Egito e que embala muitas músicas ouvidas por aqui. Acredita-se que no Brasil ganhou fama com a música Azez Aleya, de Tony Mouzayek, trilha da novela global “O clone” (2001)

Composição
É um ritmo de compasso 2/4, formado apenas por um KA e um DUM. A frase completa fica assim:

DUM KA DUM KA DUM

Características
O ritmo pode ser acompanhado com voz, de forma rápida em músicas folclóricas, suave em clássicas ou bem lentas durante o zaar, estilo que em breve será tema aqui no Cadernos de Dança.

Passos
Existe um passo que também chama ayub. Com uma perna levemente na frente da outra, você transfere o peso para trás e neste momento faz uma batida com o quadril. Você pode fazer isso andando ou no lugar, brincando com deslocamento de pescoço e com movimentos de mãos e cabeça. Muitas bailarinas fazem esses movimentos ora para esquerda, ora para a direita. É comum encontrar este ritmo em derbakes, introdução de músicas e, às vezes, até no meio da música, o que dá uma certa graça e alegria à coreografia. Aqui vale muita criatividade já que o ritmo é simples.

Como treinar
Este é fácil. Uma mão é o DUM e a outra é o KA. Toque uma de cada vez. DUM KA DUM KA DUM….

Assista ao pequeno vídeo com derbakistas tocando o Ayubi.

Veja + Ritmos
Maksoum
Bolero
Malfuf
Baladi
Said

10 Respostas to “O ayub”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Jerk « Cadernos de Dança - julho 19, 2010

    […] + Ritmos Maksoum Bolero Malfuf Baladi Ayub […]

  2. Masmoudi « Cadernos de Dança - julho 27, 2010

    […] Veja + Ritmos Jerk Maksoum Bolero Malfuf Baladi Ayub Said […]

  3. Wahda wa noz « Cadernos de Dança - agosto 16, 2010

    […] + Ritmos Chiftetelli Falahi Masmoudi Jerk Maksoum Bolero Malfuf Baladi Ayub […]

  4. Soudi « Cadernos de Dança - agosto 23, 2010

    […] + Ritmos Wahda wa noz Chiftetelli Falahi Masmoudi Jerk Maksoum Bolero Malfuf Baladi Ayub […]

  5. Karachi « Cadernos de Dança - setembro 20, 2010

    […] set Lembram-se do ritmo Ayub, marcado pela repetição do DUM KA DUM KA DUM? E do Malfuf, DUM TAKA TAKA DUM TAKA TAKA, muito […]

  6. Videoteca: Elis Pinheiro (warda) « Cadernos de Dança - novembro 5, 2010

    […] que quando estudamos o ritmo ayub havia duas maneiras de tocá-lo? A acelerada, comum nos folclores, e a forma lenta típica do zaar? […]

  7. Retrospectiva: Ritmos « Cadernos de Dança - janeiro 2, 2011

    […] isso porque no início até que foi tranquilo falar dos ritmos mais estudados como saidi, baladi, ayub, malfuf, maksoum, falahi, soudi e sombati. Mas confessamos que foi um imenso desafio quando nomes […]

  8. Bayou « Cadernos de Dança - janeiro 17, 2011

    […] nós vamos estudar um ritmo que se parece muito com o Ayub. Pouco se sabe sobre a sua origem, mas é importante estudá-lo para não confundir. A diferença […]

  9. Evento: Curso de derbake « Cadernos de Dança - janeiro 30, 2011

    […] para tocar. O material didático inclui gravações em MP3 para estudo dos ritmos soudi, baladi, ayub, saidi, masmoudi, laff, rush e floreados. Quem concluir o curso que se inicia em 12/02 terá um […]

  10. Volta de “O Clone” « Cadernos de Dança - fevereiro 28, 2011

    […] Aliás, ele assinou grande parte da trilha sonora da novela com o CD O Clone O Melhor da Dança do Ventre. Músicas como Azez Alaya já apareceram por aqui quando falamos a respeito do ritmo ayub. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: